segunda-feira, 20 de abril de 2015

Mister Freaky News - 20/04/2015

Proteína e seu efeito anabólico
Quando cientistas da Universidade de Minnesota colocaram diabéticos (tipo 2) em uma dieta de manutenção de peso de alta proteína, eles encontraram algumas informações bastante intrigantes.
Primeiro, uma intervenção de cinco semanas em que os sujeitos passaram de um 15 por cento para uma dieta rica em proteínas de 30 por cento. Os cientistas descobriram que a excreção de cálcio foi inalterado. Eles também descobriram que o hormônio do crescimento e IGF-1 foram aumentados com uma dieta rica em proteínas de 30 por cento. Além disso, parecia que, pelo menos, nestes indivíduos, comer mais proteínas resultou em uma maior retenção de nitrogênio (ou seja, era anabolizante). Então, isso acrescenta mais um prego no caixão proverbial da teoria de que "todas as calorias são as mesmas." Comer mais proteína, mesmo sem exercício, pode ter um efeito anabólico.

Testosterona ... bom para o coração? 
Em um estudo que vai fazer você pensar duas vezes sobre se a administração de andrógeno é ruim para o coração, os cientistas alemães analisaram os efeitos da testosterona undecanoate (TU), 5-alfa-dihidrotestosterona (DHT), ou placebo em músculos do coração removido de ratos.
Eles usaram um modelo de dano chamado de lesão "isquemia-reperfusão". Você pode pensar nisso como segue: Imagine cortar o fluxo de sangue a uma parte do seu músculo cardíaco (esta é a isquemia) e, em seguida, liberá-lo para você ter uma investida de sangue (que é a reperfusão). Isso faz com que aconteça grande quantidade de lesão no músculo cardíaco. O que acontece se um animal tomar testosterona? Em essência, isso ajuda! Ou seja, os ratos eram mais capazes de recuperar a função contrátil do músculo danificado se dado os esteróides anabolizantes. Assim, pelo menos neste modelo animal, a testosterona ajuda a aliviar os danos do músculo cardíaco.

O que acontece quando você combina triglicerídeos com testosterona? 
Como você sabe, parte do problema com a ingestão de testosterona por via oral é que quando ela passa pelo fígado, é como Mike Tyson mordendo partes de orelha de Evander Holyfield. Ele morde e o cospe, inativando, assim, o hormônio em certa medida. Mas um grupo de cientistas malucos da Universidade de Washington em Seattle veio com uma maneira de mexer com isso.
Juntaram uma molécula de triglicerídeo a uma molécula de testosterona (TTC ou conjugado testosterona em triglicerídeos). Eles olharam para a farmacocinética de dose única em coelhos.
Eles deram aos coelhos, uma dose de dois, quatro ou oito miligramas por quilograma de peso corporal do TTC. Eles descobriram que TTC oral, produziu um aumento rápido e significativo nos níveis de testosterona no soro. Além disso, as concentrações máximas de testosterona foram quatro e oito miligramas por quilograma doses. Então, se você não é alguém que gosta das coisas de maneira “intramuscular”, talvez um oral que tenha uma molécula de triglicerídeo em anexo pode ser mais atraente.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Mais um dia de treino ....

Mais um dia de treino ....
No dia anterior, dormi pensando no que iria treinar hoje. Visualizei os aparelhos, as cargas, as séries, repetições. Alguns diriam que sou fanático, obcecado, obstinado, narcisista.

Eu diria que sou um somatório disso tudo. E talvez, até, inclua mais adjetivos que ressaltem o quanto meu mundo é diferente do deles.

Não me importo mais com sabor, apetite ... e o que dizer da dor ? Ah, a dor ... Sempre tão temida pela maioria, vou de encontro de peito aberto, em um abraço kamikaze, sem medo, sem receio ... e como temos nos abraçado ultimamente ...

O tic-tac do relógio anuncia que a hora de treinar se aproxima. Ironicamente o céu se fecha, presságio de algo que está pra mudar rapidamente.

Ao adentrar o ginásio, o som do mp3 em meus ouvidos consegue ser mais alto que a música da academia. O resultado é uma ligação pitoresca entre a adrenalina e as terminações neuro-musculares. Estou pronto pro combate, sem escudo ... pronto pra matar ou pra morrer.

Procuro a arma em minhas mãos e só vejo calos ... mas não seria essa uma de minhas armas ? Somada ás cicatrizes em meu rosto, estou munido da melhor arma que poderia ter : eu mesmo. Guerreiro esculpido nas décadas de treino, ouvindo os ecos dos guerreiros que já passaram por aqui antes, tenho que honrá-los com meu suor.

A batalha nunca começa de forma justa. Olhe ao redor.

O ferro implacável te encara, desafiando cada fibra do seu corpo. É hora de escolher entre a derrota certa e a vitória incerta. O ferro pode te esmagar, rasgar seu coração até você sangrar feito um menino frágil. Ou você pode lutar até o fim, lutar por sua vida.

Tonturas e dor farão parte de sua rotina, misturadas com algumas pitadas de um prazer momentâneo. Quando você vê sua pequena evolução, essa falsa sensação de vitória toma conta de você, dando-lhe a impressão que você ganhou do ferro por algumas vezes. Mas você sabe que não ganhou e nunca irá ganhar. Porque nunca estará satisfeito com o que ele pode te oferecer naquele dia. 

Por isso você volta ...
No dia seguinte ...
E no outro também ...

Atrás de uma pequena vitória que irá te moldar aos poucos, de forma lenta, quase que imperceptível, diariamente .... 

Você terá mais dor que prazer, mais frustrações que alegrias ...
Mas não se importa ... porque você já encontrou a essência da vida, que é lutar todos os dias por aquilo que acredita ...

Stay Strong !
Betão