segunda-feira, 23 de maio de 2016

É isso que você deve saber sobre a Trembolona

 
Entre os esteroides anabólicos sintéticos injetáveis – isto é, compostos que não a testosterona, o produto natural – a trembolona é talvez o mais notável. De todos, é certamente o mais notável no que toca ao aumento de massa muscular, força, e para a preparação de campeonatos.

Efeitos secundários da Trembolona
Até certo ponto, existe um preço a pagar em efeitos secundários, mas não na medida que muitos imaginam. Embora algumas pessoas considerem a trembolona problemática por razões de aumento da tendência agressiva, suores noturnos, ou redução do desempenho aeróbio, para muitos estes efeitos serão leves, e facilmente conseguem lidar com eles. Para alguns, os efeitos serão até mesmo inexistentes.

Evite ciclos apenas com Trembolona
Trembolona, como acetato (Finaplix, Finajet), enantato, ou ciclohexilmetilcarbonato (Parabolan), não deve ser utilizado como o único anabólico num ciclo de esteróides. Isto limita imenso os ganhos de massa muscular. A trembolona deve ser combinada com Dianabol, Anadrol, ou testosterona, as escolhas mais comuns e altamente adequadas.

Trembolona e a supressão da produção de Estradiol

A segunda razão é que os niveis de estradiol corporais caem muito quando a Trembolona é usada sozinha. Isto ocorre pois a produção natural de testosterona é suprimida quando se usa Trembolona, e isto por sua vez impede a produção natural de estradiol. Como a Trembolona não aromatiza (converter-se em estrogénio), passa a existir muito pouco substrato disponível para ser aromatizado, e a produção de estrogenio fica muito baixa. Isto pode causar problemas nas articulações, perturbações de humor e de libido.

O uso combinado de Testosterona, Dianabol, ou HCG com Trembolona pode resolver o problema da baixa produção de estrogénio. Tipicamente, pelo menos, 100 mg/semana de testosterona são usados para este fim, ou, pelo menos, 10 ou 15 mg/dia de Dianabol.

Combinar Trembolona
A trembolona demonstra um comportamento anabólico curioso quando combinada. A combinação com ou Dianabol ou Anadrol cria ou efeito muito sinérgico. Mesmo que a quantidade total em miligramas de esteroides seja igual por semana, os resultados são muito melhores quando uma combinação acima referida é usada do que quando estes esteroides são usados sozinhos. Por exemplo, 50 mg/dia de Trembolona acetato combinado 50 mg/dia de Dianabol fornece resultados muito melhores num ciclo de esteroides do que se usar 100 mg/ dia de acetato de Trembolona ou 100 mg/ dia de Dianabol sozinhos. Eu não recomendaria o uso único dessas drogas para um ciclo de esteróides, mas a combinação Trembolona/Dianabol produziu mudanças incriveis no fisico de uma pessoa em muitas ocasiões.

Já o comportamento da Trembolona quando combinado com oxandrolona (Anavar), Metenolona (Primobolan) ou Drostanolona (Masteron) é completamente diferente. Se forem mantidas as quantidades em miligramas, o uso de uma destas combinações não é melhor do que se fosse usado apenas a Trembolona. Embora seja aceitável combinar estas drogas, o objetivo não deve ser o de conseguir um aumento do efeito total. Tais combinações podem ser úteis, no entanto, para reduzir efeitos secundários, ou para acomodar os materiais que estão à disposição.

Doses típicas de Trembolona
O acetato de trembolona é normalmente utilizado em doses de 35-150 mg/dia, e mais tipicamente de 50-100 mg/dia. Menos que isso, ou doses de 35 mg, por exemplo, geralmente só é apropriado quando se tem uma alta sensibilidade a efeitos colaterais específicos causados pela trembolona. Quando o uso de trembolona é assim tão baixo, e um ciclo eficaz é desejado, deve ser acrescentado um outro esteróide anabolizante injetável. Masteron é uma boa escolha. Outra opção bem diferente é a testosterona.

No que toca à dose màxima, 150 mg/dia, esta dose é usada normalmente para efeitos de aumento da estimulação do sistema nervoso, quando comparado com 100 mg/dia , e não por aumento da massa muscular ou melhorias de resistência fisica, já que estes são potenciados ou quase maximizadas a uma dose de 100 mg/dia.

A maioria dos usuários acham 50-75 mg/dia a faixa de dosagem ideal, dando excelentes resultados quando usada em combinação.

Estas quantidades de miligramas são anormalmente baixas para um esteróide anabolizante injetável. Isto em parte deve-se à eficácia muito elevada da Trembolona (eficácia por miligrama.). Outra razão é que como o éster de acetato é invulgarmente leve, uma elevada percentagem do peso da molécula de acetato de trembolona é o esteróide ativo.

Acetato de Trembolona contra Trembolona Enantato
Em contraste, a percentagem de esteroide ativo na Trembolona Enantato é cerca de 20% mais baixa. Por esta razão, as doses semanais totais de Trembolona Enantato são ligeiramente mais elevadas do que no Acetato de Trembolona. Para a Trembolona Enantato, a dose semanal total é tipicamente 300-800 mg.

Ao contrário de acetato de trembolona, que tem uma meia-vida de apenas cerca de 1 dia o que faz com que tenha de ser injetado diariamente, a trembolona enantato é tipicamente injetada 2-4 vezes por semana. A meia-vida é aproximadamente de 5 dias.

Trembolona e Cortisol
Embora os resultados de ganho de massa muscular com a trembolona possam ser alcançados com quantidades elevadas de miligramas de outros esteróides anabolizantes injetáveis​​, a trembolona difere deles em ser mais forte como um antagonista de glicocorticóides (cortisol) e na diminuição dos níveis de corticosteróides no sangue. Por este motivo, a trembolona reduz a retenção de água subcutânea. Além disto, este efeito anti-cortisol pode fazer uma diferença significativa na perda de gordura. Também pode ser uma explicação parcial ao aumento da tendência para a agressão que, por vezes, é visto quando se usa trembolona.

Trembolona e atividade Progestagénica?
No que toca a atividade em outros receptores, muitos já escreveram teorias sobre o efeito progestafenico da Trembolona. Quando Trembolona Legitima é usada, a experiência prática não mostra nenhum efeito detectável no que diz respeito à retenção de água ou ginecomastia. A literatura veterinária não relata nenhum efeito prostagenico detectável. Como se não bastasse, culturas celulares recentes mostraram que a potência progestagenica é apenas de 1% da progesterona, o que por si so não seria uma quantidade importante.

Por estas razões, eu não faria nenhuma decisão contra a Trembolona por medos de atividade progestagenica. É um composto comprovado no culturismo, incluindo em situações de preparação para competição onde um composto que fosse de facto progestagenco seria muito inadequado.

Tosse da Trembolona
A última coisa incomum sobre trembolona a ser mencionada é a “tosse trem.” Este é um breve episódio que pode ocorrer com apenas uma pequena percentagem de injeções, talvez nem mesmo 1%. Esta tosse pode ser muito desagradável durante um minuto ou dois. A explicação mais provável é a ocorrência de um efeito irritante causado por uma pequena quantidade da preparação de óleo que entra na corrente sanguínea, não por injecção direta numa veia, mas por vazamento para dentro de um vaso sanguíneo pequeno que foi cortado quando a agulha foi inserida. Não há nenhuma evidência de danos permanentes associados à “tosse trem”

Resumo da Trembolona
Se estiver inseguro sobre a resposta pessoal à tremboloa, a Trembolona acetato é preferivel, visto que é eliminado do corpo rapidamente. É também muito desejável para um ciclo curto ou para as semanas finais de ciclos mais longos, pois a eliminação rápida proporciona uma rápida transição de elevados níveis hormonais para melhores resultados para níveis mais baixos, permitindo a recuperação.

Embora o uso de trembolona não seja necessária para alcançar resultados excelentes num ciclo de esteróides anabólicos, este composto pode ser uma ajuda temenda para obter estes resultados

texto de Bill Roberts

Bill Roberts é um perito internacionalmente reconhecido em esteroides anabolizantes e medicamentos potenciadores da performance (PEDs). Bill tem uma licenciatura em Ciência Celular e Microbiologia e completou os requisitos educativos e de investigação para a obtenção de um doutoramento em Química Medicinal numa proeminente universidade Americana.
Bill entrou na indústria dos suplementos nutricionais antes de completar a sua tese doutoral, mas a sua educação foi valiosa, permitindo-lhe até desenhar/melhorar compostos dos suplementos nutricionais, visto que se enquadrava no campo do desenho de moléculas farmacológicas, e secundariamente algum trabalho na administração transdérmica.
A sua educação não foi especificamente “virada” para os esteroides anabolizantes para além dos conhecimentos acerca dos princípios farmacológicos, os quais têm vastas aplicações. Isto permitiu a Bill fornecer a sua compreensão acerca da farmacologia anabólica, com conhecimento acerca de pontos e detalhes a que ele de outra forma não teria acesso.

3 comentários:

  1. Ótimo texto, bem detalhado e direto ao ponto. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber quanto gastaria em média em um ciclo de 8 semana de trembolona e dianabol doses pequenas ou niveladas, fico agradecido

    ResponderExcluir