domingo, 20 de março de 2016

Dieta Lean Gains – o que é e como fazer?




É um jejum intermitente, como tantas outras propostas. Diferentemente da dieta do guerreiro (existem vários posts sobre a dieta no guerreiro aqui no blog) que preconiza ficar 20 horas em jejum, a Lean Gains propõe um jejum de 16 horas com algumas “regras” que o autor criou. 

Essas 16 horas de jejum devem ser contadas com as horas que você dorme. Geralmente, dorme-se 8 horas e, então, você fará mais 8 horas em jejum estando acordado. Dois terços do dia terão se passado, restando 1/3 do dia (ou 8 horas) e é nesse período que você vai se alimentar.

A idéia da dieta, assim como todas as dietas que se valem de ficar em jejum, é aumentar a produção de GH e diminuir a resistência à insulina. Esses dois fatores, segundo o autor da Lean Gains, fará com que você queime gordura de maneira mais eficaz.

Existem 3 tipos de protocolos, segundo o autor, que você poderá seguir.

Protocolo 1

  • Faça 15 horas de jejum
  • Tome de 10 a 30 gramas de BCAA, dependendo do seu peso.
  • Espere 15 minutos
  • Treine por 45 minutos
  • Acabado o treino, faça a primeira refeição, que deve conter 50% das calorias totais de sua dieta.

Protocolo 2

  • Faça 16 horas de jejum
  • Faça a primeira refeição com 20% das calorias totais de sua dieta.
  • Espere 3 horas para treinar
  • Treine
  • Faça a refeição pós-treino com 50% das calorias totais de sua dieta.
  • Faça a última refeição do dia com 30% das calorias totais de sua dieta

Protocolo 3

  • Faça jejum de 16 horas
  • Faça a primeira refeição com aproximadamente 20% das calorias totais de sua dieta
  • Faça a segunda refeição com aproximadamente 30% das calorias totais de sua dieta
  • Espere 3 horas
  • Treine
  • Faça a refeição pós-treino (e última) com aproximadamente 50% das calorias totais de sua dieta.

Regras básicas
Enquanto estiver em jejum recomenda-se não comer nada. O autor, no entanto, libera que se coma, nessas 16 horas, 1% das calorias totais da sua dieta, ou seja, se sua dieta tem 4000 calorias, pode-se ingerir até 40cal de alimentos no período de jejum.
A refeição pós-treino sempre deve ser a maior do dia, contemplando 50% das calorias totais diárias.
Seguir os horários, preferencialmente, todos os dias, sem mudança de protocolo. Ou seja, escolha um protocolo que se adapta à sua rotina e siga-o sagradamente.
Prefira alimentos sólidos e não líquidos. O autor recomenda apenas multivitamínico, óleo de peixe e BCAA nas doses citadas acima e não o tradicional e ineficiente “duas cápsulas antes e duas depois do treino”.

Considerações
No inicio, pode ocorrer uma fome mais acentuada, devido a liberação de grelina, um hormônio que induz a fome  e é liberada quando o estômago está vazio.
O autor recomenda 3 refeições diárias, não sendo, no entanto, obrigatório.
Aeróbio em jejum pode ser feito na última hora do jejum. No entanto, recomenda-se que você se alimente antes de treinar.
Pode usar cafeína e ioimbina no período de jejum, assim como ECA ou outro termogênico de sua preferência.

Stay Strong !

Betão


Um comentário: