quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Verifique se o modo como você executa a barra fixa é realmente a melhor maneira para seu objetivo


Existem diversos tipos de movimentos que podem ser feitos quando falamos de barra fixa. Um tipo de execução são aqueles realizados em testes físicos de concursos (TAF) para diversas carreiras públicas. Essas pessoas treinam a força funcional, se preparando para pular muros, grades, cercas, pular uma janela, etc.

Fazem seu exercício de barra fixa com a posição dos ombros e cotovelos em uma posição vantajosa, próximos à largura dos ombros. Não estão preocupados em desenvolver músculos dos membros superiores. Os candidatos querem apenas uma repetição válida no teste.

É por isso que esse tipo de barra fixa executada não serve pra você que está na gym pra desenvolver seus músculos. Não adianta você chegar na sala de musculação e fazer 15-20 repetições como se você estivesse em um concurso público se o seu objetivo é a hipertrofia. Perda de tempo e energia.

O movimento da barra fixa na gym deve ter o agarre na barra mais largo que seus ombros. Assim você não usa tanto os bíceps e é forçado a usar os músculos das costas, sua prioridade.

Fazer uma pausa em cada repetição e contrair os músculos superiores das costas, trapézio e laterias superiores também é válido aqui (fase concêntrica).

Qualquer um pode fazer 20 repetições no estilo dos concursos mas não fariam 5 ou 6 no estilo da gym, que é o modo como nos interessa.

Recomendo, então, fazer o exercício com uma pegada na barra fixa mais larga que o ombro e tentando trazer os cotovelos para baixo, ao lado do quadril. Depois de realizar algumas repetições assim, tudo bem se fizer, logo em seguida, uma pegada mais fechada. Desta forma, você faz uma bi-set com o bíceps ajudando no "segundo" exercício. Mas não comece com essa pegada mais fechada, em faça essa pegada mais fechada ser o principal exercício no seu treino de dorsais.

Stay strong !

Betão

Nenhum comentário:

Postar um comentário