sexta-feira, 10 de abril de 2015

Mais um dia de treino ....

Mais um dia de treino ....
No dia anterior, dormi pensando no que iria treinar hoje. Visualizei os aparelhos, as cargas, as séries, repetições. Alguns diriam que sou fanático, obcecado, obstinado, narcisista.

Eu diria que sou um somatório disso tudo. E talvez, até, inclua mais adjetivos que ressaltem o quanto meu mundo é diferente do deles.

Não me importo mais com sabor, apetite ... e o que dizer da dor ? Ah, a dor ... Sempre tão temida pela maioria, vou de encontro de peito aberto, em um abraço kamikaze, sem medo, sem receio ... e como temos nos abraçado ultimamente ...

O tic-tac do relógio anuncia que a hora de treinar se aproxima. Ironicamente o céu se fecha, presságio de algo que está pra mudar rapidamente.

Ao adentrar o ginásio, o som do mp3 em meus ouvidos consegue ser mais alto que a música da academia. O resultado é uma ligação pitoresca entre a adrenalina e as terminações neuro-musculares. Estou pronto pro combate, sem escudo ... pronto pra matar ou pra morrer.

Procuro a arma em minhas mãos e só vejo calos ... mas não seria essa uma de minhas armas ? Somada ás cicatrizes em meu rosto, estou munido da melhor arma que poderia ter : eu mesmo. Guerreiro esculpido nas décadas de treino, ouvindo os ecos dos guerreiros que já passaram por aqui antes, tenho que honrá-los com meu suor.

A batalha nunca começa de forma justa. Olhe ao redor.

O ferro implacável te encara, desafiando cada fibra do seu corpo. É hora de escolher entre a derrota certa e a vitória incerta. O ferro pode te esmagar, rasgar seu coração até você sangrar feito um menino frágil. Ou você pode lutar até o fim, lutar por sua vida.

Tonturas e dor farão parte de sua rotina, misturadas com algumas pitadas de um prazer momentâneo. Quando você vê sua pequena evolução, essa falsa sensação de vitória toma conta de você, dando-lhe a impressão que você ganhou do ferro por algumas vezes. Mas você sabe que não ganhou e nunca irá ganhar. Porque nunca estará satisfeito com o que ele pode te oferecer naquele dia. 

Por isso você volta ...
No dia seguinte ...
E no outro também ...

Atrás de uma pequena vitória que irá te moldar aos poucos, de forma lenta, quase que imperceptível, diariamente .... 

Você terá mais dor que prazer, mais frustrações que alegrias ...
Mas não se importa ... porque você já encontrou a essência da vida, que é lutar todos os dias por aquilo que acredita ...

Stay Strong !
Betão


Um comentário: