terça-feira, 10 de março de 2015

Ema, ema, ema ... posso comer a gema ?



Não me lembro de quantas vezes, ao longo dos anos, quebrei um ovo, separei a clara da gema .... e só consumi a clara de ovo. Por quê? Porque eu estava tentando maximizar a minha ingestão de proteínas, minimizando o consumo de gordura, para aumentar a massa muscular sem aumentar a gordura corporal. Eu também estava preocupado com a minha saúde a longo prazo e a descoberta de várias décadas passadas diziam que os níveis de colesterol no sangue foram fortemente associados com um risco aumentado de doença cardíaca me compelindo a evitar alimentos que contêm colesterol, especialmente ovos inteiros. No entanto, desde então, inúmeras evidências científicas têm mostrado apenas uma fraca relação entre consumo de colesterol e os níveis de colesterol no sangue, enquanto outros estudos descobriram que o consumo de ovos, de forma moderada, não foi associada a um maior risco de doença cardíaca. Uma das razões para a falta de associação entre o consumo de ovo e doença do coração é que os ovos são uma boa fonte de muitos nutrientes que podem, na verdade, contrabalançar um ligeiro aumento no risco de doença cardíaca.

Além disso, estudos mais recentes têm demonstrado que não só são os ovos são carregados com compostos que diminuem os riscos cardiovasculares, mas eles também possuem uma abundância de moléculas que aumentam a testosterona e aumentam o desempenho muscular.
 
Fato # 1: os ovos contêm os compostos que estimulam a produção de testosterona
Embora a maior parte da proteína encontrada em ovos resida dentro da clara de ovo, a gema contém uma proteína que, na verdade, tem uma maior quantidade relativa de L-aspartato, o que aumenta significativamente os níveis de testosterona depois de ser convertido em D-aspartato dentro dos testículos e glândula pituitária. Essa influência foi claramente demonstrada em um estudo realizado por Topo et al., onde deram a 24 homens de meia-idade uma dose diária de três gramas de D-aspartato, durante 12 dias, com outras 20 pessoas que receberam um placebo.
 
Nos indivíduos que receberam D-aspartato, a testosterona aumentou 42% em relação ao grupo placebo. Curiosamente, este mesmo grupo também exibiu um aumento de 33% no hormônio luteinizante (LH), que é o hormônio segregado pela glândula pituitária que estimula diretamente a produção de testosterona testicular.
 
A gema do ovo também é uma fonte extremamente rica da vitamina D, onde várias linhas de evidência mostram especificamente que o aumento da ingestão de vitamina D produz maiores níveis de testosterona. Um recente estudo examinou o efeito da vitamina D em níveis de testosterona, onde os pesquisadores acompanharam 200 indivíduos do sexo masculino por um ano inteiro. Os homens no estudo foram divididos em dois grupos, sendo um grupo ingeriu cerca de 3.000 unidades internacionais (UI) de vitamina D por dia, enquanto o outro grupo recebeu um placebo. O grupo da vitamina D suplementado experimentou um aumento significativo na sua testosterona, enquanto o grupo de placebo não teve qualquer alteração da sua linha de base da testosterona.
 
Fato 2: Coma a gema para ficar “ligado”
Como a gema de ovo contém gordura, muitos cortam fora as gemas de sua dieta para diminuir a gordura corporal e aumentar a sua compleição física. No entanto, a gema de ovo é também carregada com certos ácidos gordos, como ácido linoleico conjugado (CLA), que aumentam de forma eficaz os níveis de testosterona de reforço físico. O ácido linoleico conjugado é uma mistura de ácidos gordos poli-insaturados derivados do essencial omega-6. Uma investigação feita pela Macaluso et al. olhou para a influência que o CLA teve sobre os níveis de testosterona em humanos antes e depois de levantar pesos.  


Neste estudo, 10 indivíduos do sexo masculino, treinados, completou três semanas de exercícios de resistência com alguns indivíduos que receberam seis gramas de CLA por dia, enquanto os outros participantes receberam um placebo. Os resultados mostraram que o CLA, sendo combinado com o exercício de resistência, causou um grande aumento na testosterona total.

Embora este estudo sugira que o CLA promova a síntese de testosterona, o mecanismo molecular preciso ainda não foi elucidado. Por outro lado, outro estudo de Chen et al. descobriu alguns dos detalhes moleculares relativos à capacidade de CLA de aumentar a produção de testosterona. Chen et al. demonstrou que o CLA inibe a atividade da enzima aromatase, levando a maiores quantidades de testosterona.
 
Fato # 3: Consumo de ovo aumenta a força muscular e resistência
Os neurônios ou células nervosas, são os componentes fundamentais do sistema nervoso que transmitem sinais a partir do cérebro ao longo do corpo.

Os sinais provenientes do cérebro são propagados para o nervo, por via de sinalização elétrica, em que são, por último, convertidos na terminação nervosa por sinalização química, por meio de pequenos mensageiros químicos conhecidos como neurotransmissores. Um dos muitos tecidos regulados por células nervosas é o músculo, onde a terminação nervosa envia o neurotransmissor acetilcolina para a célula muscular adjacente, provocando a contração muscular. Como mais acetilcolina aumenta o número de células musculares, maiores níveis de acetilcolina devem desencadear um aumento da contração muscular.

Curiosamente, as gemas de ovos são carregados com o composto de colina, que é um dos precursores biossintéticos de acetilcolina - e estudos têm mostrado que o consumo de colina aumenta a produção de acetilcolina. Por conseguinte, o consumo de ovo deverá também conduzir a maiores níveis de acetilcolina, gerando contrações musculares mais fortes, em última análise o aumento da força e tamanho muscular.

 
Os ovos foram indevidamente marcados, ao longo dos anos, como insalubres e por conter gordura indesejável para aqueles que tentam ficar extremamente rasgados e magros, mas eles possuem claramente uma grande variedade de nutrientes que ajudam potencialmente na crescimento muscular, fazendo-os um alimento ideal para aqueles que tentam maximizar o crescimento muscular e força.

Um comentário:

  1. Não jogo a gema fora por que sou mão de vaca e não curto desperdícios. Quando já consumi toda gordura do dia eu uso só a clara e guardo a gema pro dia seguinte.

    ResponderExcluir