quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Musculação : a estrada

Desde o primeiro dia em que você entrou na academia de musculação, você começou a andar em uma estrada.

No começo, você se deslumbrou com a paisagem. Na verdade, você começou a andar porque se apaixonou pela paisagem e nem percebeu os buracos e obstáculos que estariam mais à frente. Você quis acelerar mas sua máquina não possuía os pré-requisitos pra isso. Então, você começou a andar em câmera lenta, vendo outras máquinas passarem por você com velocidade incontrolável. E isso te irritou.

Você também queria correr mas não conseguia. Mas fez o seu melhor, que, na verdade, nunca seria o suficiente.

Na estrada, você nunca avistava o final. O dia acabava, começava outro e a estrada parecia cada vez mais longa, cada vez maior ... e com mais buracos.

Á medida que sua máquina ia se aperfeiçoando, você pensou que a caminhada seria mais fácil. Mas não ... muito pelo contrário.

Como o tempo, você começa a querer sempre mais, nunca está satisfeito ... e a estrada parece maior e maior ... uma estrada sem fim.

A paisagem já não te seduz. Você fixou os olhos na estrada, procurando armadilhas, recaídas e tudo aquilo que irá se opor à sua jornada. E achou tantos obstáculos ! Alguns não estavam ali segundos atrás. Outros estavam e pareciam ser tão inofensivos, mas à medida que chegavam mais perto, pareciam leões famintos, prontos pra acabar com você.

Você pensou em desistir tantas vezes que perdeu a conta. Tudo parece conspirar pra você parar de andar nessa estrada. Tudo.

Então você olha pra trás e vê que já andou um bom caminho. O menino do começo virou um guerreiro com cicatrizes profundas, no corpo e na alma. Os calos em suas mãos, as dores, o suor ... mostram o quanto você já caminhou.

Olhando pra frente de novo, você percebe que a estrada permanece tão longínqua quanto no começo. E continua andando ...

Olhando fixo no horizonte, você sabe que a estrada ainda vai te machucar ... mas caminha rumo ao "conhecido" ... de encontro com tudo aquilo que você viu no começo ... uma possibilidade ...

2 comentários:

  1. DEMAIS, Tio!
    O puro retrato do dia-a-dia do guerreiro.

    Parabéns pelo texto

    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto, Marcatto.
    Pode-se aplicar esse texto a várias situações na vida, mas traduz exatamente o que muitas pessoas sentem ao iniciar no esporte, principalmente num esporte que exige tanta disciplina como a musculação.
    Abraço e sucesso,

    ResponderExcluir