quarta-feira, 11 de maio de 2011

Metamorfose ambulante !?




Quem não se lembra do desenho dos Thundercats ? Os felinos heróis cujo inimigo número 1 era o Mumm-Ra, um feiticeiro demoníaco mumificado ? Lembrou? E qual era a frase que Mumm-Ra proferia antes de se transformar de múmia fraca-raquítica para vilão super poderoso ?

"Antigos espíritos do mal, transformem essa forma decadente em Mumm-Ra! O de vida eterna!!!!!!!

Mas porque raios o Betão está escrevendo tudo isso ? Simples, pimpolho. Quero discutir com você, passo-a-passo, uma transformação, uma metamorfose, uma mudança drástica que ocorre quando você decide, de uma vez por todas, acabar com qualquer dúvida sobre sua determinação, força de vontade e capacidade. 

Chega um momento em sua vida que você se olha no espelho e pensa : “Porque isso ? Porque tanta dor ? Porque essa dedicação ? Onde quero chegar? O que quero provar ? Tantas perguntas diferentes mas uma só resposta ... que estará no final.

Desde que começamos a treinar, se você for uma pessoa normal, nos preocupamos com 2 fatores básicos : massa muscular e taxa de gordura. Geralmente, força, resistência, etc são fatores secundários (geralmente, nem sempre). O cara entra na academia pra ficar mais forte mesmo, isso é fato.

Com o passar do tempo, percebe que conciliar volume com definição muscular não é uma tarefa fácil. Se cresce demais, acumula gordura. Se faz dieta restrita, perde volume, mas ganha vascularização. E nesse vai-e-vem vai moldando seu corpo de acordo com aquilo que quer. Só que esse vai-e-vem dura anos e você não tem mais a paciência de antes. Ou nunca teve.

Exatamente o que aconteceu comigo. Mesmo depois de fazer a dieta do guerreiro por tanto tempo e perceber que consegui mudar drasticamente, não estava satisfeito. Era sair um pouco da dieta e a gordura se acumulava de forma incômoda. Com a dieta, começava a me sentir “pequeno”, apesar das pessoas á minha volta me dizerem o contrário. E não há nada pior do que você se sentir insatisfeito consigo mesmo. Sempre havia alguém maior, alguém mais definido, alguém mais forte.

E demorei pra perceber que só havia um jeito de tentar alcançar o corpo que almejava há anos. 

Plástica ? 

Cirurgia de redução de estômago ? 

Botox ? 

Não ! Atitude !

Há quase 1ano atrás, participei de um campeonato de supino aqui em Guarulhos. Evento com premiação, com apoio da prefeitura é sinônimo de casa cheia. E lá, pude perceber o quanto estou defasado em relação á maioria das pessoas que treina. Enclausurado aqui na academia, era o maior, o mais forte. Mas quando “saí da toca” a realidade foi outra. Vi outros donos de academia mais fortes, mais vascularizados, caras que chamavam a atenção pela musculatura. Me olhei no espelho e vi só um garoto que seria ser forte mas que tinha medo de apostar nisso. A máscara (ou a casa, como diriam os manos) caiu.

Sempre achei que havia feito restrições alimentícias dignas do Super-Homem ou de qualquer outro super-herói. Que por ter deixado de comer pizza todo sábado, meu corpo reagiria de forma extraordinária, me deixando vascularizado, maior, mais forte. Me comparava com pessoas “comuns” e por isso me destacava. Mas, foi somente no campeonato que eu estava que percebi o quanto eu não havia me dedicado, o quanto havia deixado a desejar. 

Os degraus que estava subindo estavam fáceis demais. Era só deixar de beber refrigerante em uma reunião de família e lá estavam eles me colocando em outro patamar : “O Betão não toma mais refrigerante. Nossa, como ele consegue ?”. Isso não era nada ... nada de excepcional. Talvez para as pessoas sem determinação fosse um feito e tanto. Mas para aqueles que realmente se destacam, isso não era nada. NADA !!!! 

O Betão não come mais fritura nem doces. O cara é f@#$%!” Será ? Será que isso é o máximo que você pode fazer por seu corpo ? Isso aí é sinônimo de dedicação ? É o bastante para você ser o melhor naquilo que faz ? 

NÃO ! ISSO NÃO É NADA ! NADA! 

Isso é o básico ! Algo que TODOS deveriam fazer, independente de treinar ou não. Não tomar refrigerante, não ingerir frituras, não comer mais doces ... isso é ser SAUDÁVEL e não HARDCORE. Isso é ser natural, cool, bonitinho ou o diabo que o parta. É ser socialmente saudável para os olhos dos sedentários. Mas pra quem treina, isso é rotina, é estilo de vida ... 

Olhando de “baixo pra cima”, fazer uma dieta restrita é dificílimo, é radical, é uma coisa para poucos ... mas olhando de “cima pra baixo” não é NADA !!! É rotina, algo normal ... e eu estava sendo observado de “baixo pra cima” e não o inverso. Estava sendo “endeusado” (que Deus os perdoe por isso) por gordos, sedentários, familiares que me pediam dinheiro emprestado, pessoas com menos determinação que a minha. Quando olhado de cima, eu era só mais um ...

Cabia a mim, agora, decidir se queria continuar nessa situação ou não ... e a resposta veio quase que em silêncio, seca, dolorida ... um murmúrio vindo do fundo da alma como se fosse um basta pra toda essa falsa dedicação que eu vinha promovendo há tempos. 

CHEGA !!!!!

Chega de “é ruim”, “não consigo”, “só hoje”, “deixa pra amanhã” ... chega de desculpas. Chega de meia dedicação. Ou você é ou você não é. E eu quero ser.
E essa METAMORFOSE teria que ser completa : treino, alimentação, atitude perante a vida. Decidido, estava na hora de mudar pra sempre.

Olhei-me no espelho pela última vez. Seria a última vez que eu veria o Betão que todos conhecem. O Betão que se dedica mas nem tanto, o Betão que faz dieta mas nem tanto, o Betão que treina pesado mas nem tanto. CHEGA !!!!

Chega de “meio” Betão. Renasce aqui e agora o Betão que eu sempre quis ser mas que nunca tive coragem de encarar. O Betão que não foge à dieta, o Betão que faz uma repetição a mais.

Mas, Betão, você não fez isso há mais de 1 ano atrás quando começou a dieta do guerreiro????

Assim como você, eu também pensei que tinha feito. Pensei que havia chegado no máximo de dedicação que eu poderia. Mas não ... não há máximo, haverá sempre algo mais, alguma coisa que você poderia ter feito melhor. 

Quando esses pequenos detalhes não existirem mais, você terá chegado à excelência, ao patamar mais alto e isso leva tempo. É uma briga diária contra você mesmo, contra as tentações, contra os pesos, contra tudo. É uma guerra e em todas as guerras só há um vitorioso. 

Podemos ser aquilo que queremos .. qualquer coisa ... desde que haja empenho, dedicação, determinação, força de vontade e amor por aquilo que se faz ... 

Dieta refeita, treino refeito, atitude refeita. Está na hora de ir pra batalha. Sem desculpas, sem dó, sem dor. O “outro” Betão morreu.
.
.
.
.
.

Meu nome é Betão Marcatto. Muito prazer. Minha história recomeça aqui ....

6 comentários:

  1. Betão sou o Ñ sou metido do orkut .
    Inacreditavel o que vc acabou de postar pois estava passando pelas mesmas coisas pois agora que estou secando e definindo pra amigos e pessoas comuns estou grande e tudo mais que vc ja conhece mais estava no mesmo pensamento que o seu será que isso é verdade? acabei de saber a resposta ,talves pra eles sim mais não pra mim vc me mostrou nesse post o caminho de verdade obrigado Betão.

    ResponderExcluir
  2. Podemos ser aquilo que queremos .. qualquer coisa ... desde que haja empenho, dedicação, determinação, força de vontade e amor por aquilo que se faz ...
    Vc é uma inspiração! Adorei ver seus relatos aki e no orkut!! Sou sua fã!! Sempre estarei acompanhando sua história de superação!!
    Eu era nada pra todos, agora tô no meio termo, em breve chegarei na Joanely que quero ser!!

    ResponderExcluir
  3. Muito ... mas muito obrigado pelas palavras ... de coração ... Dedicação na sua empreitada !!! Deixe-me sempre informado, por favor.

    ResponderExcluir
  4. Excelente!!! Um nova dose de motivação!!! Obrigada pelo texto!

    ResponderExcluir
  5. Opa,fala Betão,já te conheço a alguns anos.passei por um momento de reflexão semelhante a esse seu pois vi que meu corpo estava distante dos que eu via nas competições em que ia,mas a verdade é que não pude me dar a mesma resposta que você se deu,fui e sou fraco...admiti a minha insignificância e aceitei a mesmice,e a verdade é que passei a me contentar em ser só mais um "diferente indiferente".
    também tenho outra paixão na vida que acredito ser maior do que estilo de vida Hardcore que é a Música...
    Enfim,fico contente por você e eu acho que é ai que se divide as pessoas como você e as pessoas como eu,as pessoas que alcançam os seus Objetivos e as pessoas que alcançam o objetivo meia-boca,isso se aplicando em diversos campos da vida...
    Eu treino Hardcore,como Hardcore e descanso Hardcore,mas somente é Hardcore aos olhos de pessoas comuns.
    Tenho plena certeza que vou treinar até o final da minha vida,mas não vou fazer disso a minha grande busca,sou novo ainda,espero descobrir e redescobrir muitas coisas.
    Forte abraço e sucesso!!!

    ResponderExcluir