quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Agachamento no smith: cuidado extra

O agachamento no smith (multi) ou agachamento guiado é um exercício que exige muita técnica pra ser executado. O risco de lesão é muito alto se não for feito com uma supervisão adequada ou se orientado da forma errada.

Isso acontece porque são as articulações do corpo que precisam se adaptar à trajetória da barra, delimitada pelas guias do aparelho, diferentemente do seu primo, o agachamento livre, onde as medidas antropométricas se adaptam sem maiores problemas porque a barra fica livre, movimentando-se de acordo com as adaptações de ângulos de cada articulação envolvida nesse movimento básico.

Já vi muito entusiasta que acha que é professor de musculação orientando o aluno a colocar os pés à frente da barra, bem à frente aliás. Já vi até orientarem a encostar a ponta dos pés na parede "pra dar mais apoio" quando o smith fica próximo à parede. Meus olhos chegam a doer com tamanho absurdo e o sentimento de frustração com a profissão aflora. São "professores" propagando lesões.

O que acontece é que ao colocar os pés à frente da barra, há uma grande pressão sobre a coluna cervical na ânsia de não se perder o equilíbrio, porque com os pés mais à frente, o centro de gravidade do corpo fica muito afastado dos seus pés).

Essa pressão irá aumentar a compressão dos discos intervertebrais da coluna cervical, da coluna toráxica e da coluna lombar, aumentando significativamente o risco de lesões nessas regiões.


Outro problema, por incrível que possa parecer, é usar ou não usar a espuma na barra no agachamento. Os mais hardcores vão dizer que é frescura, que gostam de sentir o gelado da barra, que usar a espuma é coisa de mulherzinha, etc. Mas se você não usar essa espuma, há também o risco de compressão do plexo braquial (ramo nervoso que sai da região cervical e inerva os membros superiores), podendo causar desconforto, dor, dormência ou formigamento nos braços.

Meu conselho é: faça agachamento livre. Se você quer variar seu agachamento no smith, tente, sem carga alguma, as variações das posições dos seus pés e veja qual se adapta melhor a você. Não tenha pressa. 

Peça, obviamente, orientação pro seu professor de musculação. Se ele colocar seus pés muito á frente, descarte-o ... não o exercício, mas o professor. Ele tem potencial pra te causar lesões. Em alguns casos, o melhor a fazer é segregar o professor no latão do lixo.

Stay strong!

Betão

ESTÁ CANSADO DE FICAR DE CAMISETA NA PRAIA? O QUE VOCÊ VÊ NO ESPELHO NÃO TE AGRADA? ESTÁ FRUSTRADO POR NÃO ATINGIR A META DE EMAGRECER OU AUMENTAR A MASSA MUSCULAR TRAÇADA?
ESCREVA UM E-MAIL PARA MRFREAKY2011@HOTMAIL.COM OU MANDE MENSAGEM NO WHATS PARA 11-96107-2591 E CONTRATE A ASSESSORIA ONLINE DO TIO.

2 comentários:

  1. Eh uma merda ter que fazer no Smith, durante um tempo mantive cargas altas, usava 80 de cada lado e fazia 90 graus, depois ja cheguei a fazer com 60 até o chão e esse foi meu limite e por isso ando sentindo dores . Talvez o cinturão melhore essa parte ?

    ResponderExcluir
  2. http://blogdotitiobetao.blogspot.com.br/2015/12/como-usar-o-cinto-de-musculacao.html

    ResponderExcluir