terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Princípios Básicos da Nutrição


O que comemos pode ter um efeito significativo sobre nossa vida. Os alimentos que ingerimos contêm vários nutrientes que nos sustentam, fornecendo energia, promovendo crescimento e desenvolvendo e regulando os processos metabólicos. Basicamente, a nutrição é planejada para otimizar essas propriedades dos nutrientes e de outras substâncias encontradas nos alimentos.

Você é aquilo que come” é uma frase popular, e estamos cada vez mais conscientes de suas implicações tanto para a saúde como para o desempenho físico.

A seleção cuidadosa de alimentos naturais e integrais pode fornecer a quantidade adequada de nutrientes para aumentar as fontes de energia, formar e reparar tecidos e regular os processos corporais. Entretanto, a má escolha dos alimentos e, consequentemente, a ingestão desequilibrada de alguns nutrientes, pode contribuir para o desenvolvimento de sérios problemas a saúde, e com certeza, um corpo indesejado.

Nutrientes Essenciais
São seis as classes de nutrientes consideradas necessárias a nutrição humana: carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas minerais e água.
Em relação à nutrição, o termo nutrientes essenciais se aplica aos nutrientes de que o corpo precisa mas não consegue produzir de forma nenhuma, ou não os produz em quantidades adequadas. Assim, em geral eles devem ser obtidos dos alimentos.

Alguns alimentos como pão integral, podem conter todas as seis classes de nutrientes, enquanto outros, como o açúcar refinado, contêm apenas uma. Entretanto, o pão integral não pode ser considerado um alimento completo porque não apresenta equilíbrio entre todos os nutrientes essenciais.

O corpo humano exige quantidades substanciais de alguns nutrientes, principalmente daqueles que podem fornecer energia e proporcionar o crescimento e desenvolvimento dos tecidos corporais, sobretudo os carboidratos, as gorduras, as proteínas e a água. Eles são chamados de macronutrientes porque a exigência diária é superior a alguns gramas. A maioria dos nutrientes que ajudam a regular os processo metabólicos, principalmente vitaminas e minerais, são necessários em quantidades muito menores (normalmente mili ou microgramas), sendo conhecidos como micronutrientes.

Os nutrientes essenciais são imprescindíveis à vida humana; porém, uma ingestão inadequada pode levar a distúrbios do metabolismo corporal, a doenças ou à morte. Por outro lado, o excesso de certos nutrientes também pode perturbar o metabolismo e até mesmo causar a morte.

Nutrientes Não Essenciais
Os nutrientes que podem ser formados no corpo são conhecidos como nutrientes não essenciais. Um bom exemplo é a glicose, um carboidrato simples. Embora possamos obtê-la dos alimentos, o corpo também pode fabricá-la a partir de proteínas e de parte de gordura quando necessário.

A glicose é muito importante para a produção de energia durante o exercício, e, embora o corpo possa produzir certa quantidade, a taxa de produção não atende às exigências de energia durante esforço moderado ou intenso. Assim, a glicose pode ser um nutriente vital para certos tipos de atividade física, mas não é essencial para a vida.

Além dos nutrientes essenciais e dos não essenciais, uma ampla variedade de não nutrientes pode estar envolvida em vários processos metabólicos. Esses não nutrientes incluem os que são encontrados naturalmente nos alimentos e os que podem ser acrescentados, intencionalmente ou não, durante o seu preparo. Alguns não nutrientes, como a creatina, podem ser comercializados na forma de suplemento nutricional com o intuito de melhorar a saúde e o desempenho esportivo.

Dieta Balanceada
Uma dieta balanceada deve conter quantidades adequadas dos nutrientes essenciais, proteína, gordura, carboidratos, vitaminas, minerais e água. Algumas pessoas se concentram no consumo de um grupo alimentar e se esquecem dos outros. Como consequência não conseguem muitos ganhos ou ficam gordos. É o caso daqueles que consomem excessivas quantias de carboidratos com o intuito de ganhar peso, e ganham, mas em gordura.

Embora todos precisem de nutrientes essenciais e energia, as proporções diferem conforme a fase da vida. A criança tem necessidades diferentes das do avô, e a gestante tem necessidades distintas de sua filha adolescente. As necessidades também variam conforme o sexo. Além disso, variações individuais do estilo de vida podem determinar diferentes exigências de nutrientes. Um corredor de longa distância em treinamento para uma maratona tem necessidades nutricionais um tanto diferentes das de um sedentário. O indivíduo que tenta perder peso precisa equilibrar as perdas calóricas com a adequação de nutrientes. A pessoa que deseja ganhar peso precisa aumentar o nível de nutrientes de forma equilibrada, para ganhar músculos, e não gordura. 

Assim, há inúmeras condições que podem influenciar as necessidades de nutrientes e o conceito de dieta balanceada.

Com uma dieta balanceada é possível atingir os objetivos que queremos em nosso corpo com qualidade.

Treino e dieta personalizados ? Escreva e-mail para mrfreaky2011@hotmail.com e peça informações.




Nenhum comentário:

Postar um comentário