quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

5 mitos que você não deve acreditar


Vivemos em um mundo saturado de informações. Essa saturação fez com que alguns de nós se tornassem preguiçosos. Mas esse fator não se aplica à musculação. A musculação é baseada na dedicação, trabalho duro e disciplina.

Não há atalhos reais. Cada meta cumprida não é o fim, apenas abre outras portas para novos desafios.

Conhecimento é poder. E um novato pode cair como um patinho em falsas informações sobre treinamento, nutrição e suplementação. Basta ver os comentários sobre stanozolol ou somatodrol. Infelizmente, esses novatos, procurando atalhos, são como pequenas ovelhas desgarradas (pra não escrever ignorantes) indo em direção a um lobo faminto.

Pouco a pouco, percebemos que musculação não é apenas prática mas a prática somada à teoria. No entanto, nem toda teoria é sóbria e livre de bizarrices.

Vamos analisar alguns mitos provando que com um pouquinho de informação podemos fazer uma grande diferença no seu treinamento com pesos.

Mito #1 : "As mulheres apenas tonificam e os homens é que constroem músculos"
Já ouvi isso de alguns colegas de profissão.  Sabemos que o músculo se desenvolve mediante o estímulo das diferentes fibras através do treino com pesos e exercícios resistidos.

Muitos exercícios promovem a produção de hormônios que atuam no crescimento muscular. A diferença é que o organismo masculino produz mais testosterona que o corpo feminino, portanto pode aumentar mais sua massa. Mas isso não significa que as mulheres não possam ganhar massa muscular. Muito pelo contrário, ganham, sim.

Mito #2 : "Se quer perder peso, evite gordura"
Muitas pessoas têm a ideia de que gordura é negativo, não possui benefícios e só existe para incomodar. Mas a realidade é que a gordura é essencial para a nutrição equilibrada. Ela ajuda a manter estáveis os níveis de hormônios e controla o apetite. Desempenha, também, um papel fundamental na produção de hormônios de crescimento, como a testosterona.
Para perder peso é essencial perder mais calorias do que você consome. Simples assim.

Mito #3 : "Para definir os abdominais, é necessário treiná-los mais"
Muitos ainda acreditam que a visibilidade da definição abdominal dependa de quantos milhares de abdominais se faz por dia. Tal pensamento é completamente equivocado. Ao treiná-los, você os desenvolve, não queima gordura. Como qualquer outro músculo, para alcançar uma definição maior é necessário uma perda calórica total. Geralmente, os melhores resultados acontecem quando combinamos cardio, dieta e treino com pesos.

Há ainda aqueles que acham que devem ser treinados de forma diferente dos outros músculos. De fato, a área abdominal é composta por grupos musculares cuja recuperação é mais rápida. Mas isso não significa que você deva treinar abdominais 3 vezes ao dia - eles também precisam de descanso.
Além disso, a forma de treinamento nessa região não deve ser diferente dos outros. Deve incluir exercícios de resistência, variações com carga, altas e baixas repetições, assim como variar a angulação do movimento. Semelhante a qualquer outra região muscular.

Mito #4 : "Redução de gordura em apenas uma região do corpo"
Constantemente, vemos pessoas se exercitando diariamente, a mesma parte do corpo, pois o pensamento é a de que você exercitar a mesma parte do corpo muitas vezes dará melhor resultado e irá reduzir a gordura naquela região. Jovens fazendo abdominais e mulheres fazendo perna todo santo dia.

A anatomia da mulher e do homem nos mostra que o sexo feminino está mais propenso a acumular gordura nos tríceps, quadris e pernas, enquanto que o sexo masculino é presentado com mais gordura na região abdominal.

Fazer exercícios específicos para tentar reduzir estas áreas não trarão melhores resultados. Você vai, obviamente, fortalecer essa região, mas o impacto nos depósitos de gordura será mínimo. 

Para reduzir os níveis de gordura é necessário, mais uma vez, cardio, dieta e musculação. Alguns depósitos de gordura irão diminuir em algumas partes do corpo mais rapidamente que outros, mas isso se deve ao padrão genético de cada um.

Mito #5 : "Musculação influencia na estatura"
O treinamento com pesos é uma atividade segura e fortalece seus ossos. Estudos científicos tem mostrado que exercícios multiarticulares, como o agachamento, promovem liberação do hormônio do crescimento. A mesma pessoa que afirma isso, afirma que a musculação pode frear o crescimento em crianças. Uma baita incoerência!!!!

Stay strong !

Betão

Nenhum comentário:

Postar um comentário