segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Tipos de Dispositivos para Treinamento Resistido



Dispositivos de Treinamento com Resistência Constante

Pesos Livres - O uso de pesos livres ou 'resistências constantes', tais como halteres para treinamento de força e resistência, é o mais usado na maior parte das academias. 
Uma grande diferença do treinamento com pesos livres para o treinamento com máquinas é que com pesos livres há uma maior exigência de estabilização das articulações envolvidas, o que aumenta a atividade muscular.

Este tipo de treinamento tem algumas limitações pois o peso depende diretamente da ação da gravidade (que só atua no sentido vertical).Sendo assim, a melhor maneira de se trabalhar com o peso livre é posicionar o corpo de diferentes maneiras, para que à força motiva muscular mova o peso na direção vertical para cima (ou parcialmente para cima).

Quanto maior a aceleração vertical para cima, maior deve ser a força de contração concêntrica dos músculos envolvidos.

Os músculos que realizam movimentos no sentido horizontal (independentemente da posição do corpo) não são afetados diretamente pelos pesos livres.

Exemplo: No movimento de abdução horizontal, o deltóide posterior será o agonista do movimento com uma contração isotônica concêntrica e o deltóide anterior será responsável por desacelerar o movimento, através de uma contração isotônica excêntrica. O deltóide medial é quem fará o maior trabalho, pois é ele quem está segurando o peso do membro superior mais a resistência na posição abduzida (contração isométrica).
Há o aparecimento de momento, dependendo da velocidade de execução do exercício.
Dispositivos de Resistência Gravidade-Dependente
Estes aparelhos são os mais encontrados em salas de musculação. 

O peso a ser levantado é preso a um cabo, que passa por uma ou mais roldanas, para colocar a alavanca numa posição conveniente para o usuário. A função das roldanas é mudar a direção da força aplicada. Embora a força resistiva das placas de peso empilhadas seja sempre para baixo, com o uso de uma roldana, a força resistiva pode se direcionar para cima.

O sistema de polias torna o trabalho versátil e conveniente para o trabalho de músculos isolados.

A amplitude dos movimentos realizados nestes aparelhos é limitada e muitos aparelhos não se adaptam à estrutura corporal do aluno. 

O treinamento com este tipo de aparelho remove os requerimentos de equilíbrio e estabilização na execução do esforço. É importante lembrar que nas atividades da vida diária o equilíbrio e estabilização são sempre necessários para total efetividade do movimento.

Assim como com os pesos livres, a aceleração dos pesos influenciará na sobrecarga muscular (inércia).

Há o aparecimento de momento, dependendo da velocidade de execução do exercício.

Algumas vantagens dos aparelhos incluem:
a) Segurança. O exercício torna-se um pouco mais seguro e requer menos habilidades do executante.
b) Flexibilidade. Os aparelhos podem ser estruturados para proporcionar resistência para movimentos do corpo, que são dificeis de serem executados resistidamente com pesos livres.
c) Facilidade de uso. É rápido e fácil escolher uma sobrecarga através da inserção de um pino nas placas.
Dispositivos de Resistência Variável
O torque produzido em um segmento por um grupo de músculos depende do ângulo de inserção muscular em relação ao osso e sua distância da articulação (braço de momento), bem como da relação força-comprimento dos músculos e da velocidade de encurtamento muscular.

Os aparelhos de resistência variável alteram a quantidade de torque da força resistiva durante toda a amplitude do movimento articular. 

Estes aparelhos possuem roldanas com formas ovaladas, o que faz com que o braço de momento da força resistiva mude, conforme o cabo gira em torno da roldana, aumentando ou diminuindo a resistência durante diferentes momentos de um movimento. 

A vantagem é que a resistência pode ser disposta para aumentar na posição em que o músculo pode produzir o maior torque, por causa da relação força-comprimento ou do maior braço de momento.
Dispositivos Isocinéticos
O termo isocinético foi originalmente criado para significar uma constante velocidade de encurtamento muscular quando um segmento trabalha contra um dispositivo estabelecido para mover numa velocidade constante. 

Tem sido mostrado, no entanto, que a velocidade de rotação constante de um segmento não está associada com a velocidade constante do encurtamento muscular. O uso corrente do termo isocinético é aplicado à contração muscular que acompanha a constante velocidade angular de um membro.

Aparelhos isocinéticos (ou resistência acomodável) controlam a taxa máxima de movimento articular, porque eles podem ser programados para uma velocidade predeterminada.

A vantagem destas máquinas é que o usuário pode produzir tanta força quanto quiser por toda a amplitude do movimento que a resistência não aumentará a velocidade ou ganhará momento, como ocorre nos isotônicos.

A resistência desenvolvida é projetada para igualar a força que o indivíduo aplica ao aparelho.

Depois que o movimento atinge a velocidade preestabelecida, não importa quanta força você faça contra o aparelho, ele fará a mesma força na direção oposta (igual força de reação) mas não se moverá mais rápido.

Assim, o aparelho permite o desenvolvimento de máxima tensão muscular por toda a amplitude do movimento articular. 

Este tipo de aparelho não é somente utilizado para exercícios resistidos mas também para diagnosticar fraqueza muscular e avaliar o progresso no processo de reabilitação.
Dispositivos Assistidos por Computador
Os aparelhos computadorizados podem ser uma alternativa para os dispositivos isocinéticos para acomodar o treinamento resistido. 

Durante o curso de uma repetição, o computador adapta a resistência à curva de força do executante, alterando a resistência de acordo com a curva.

Estes aparelhos podem ser ajustáveis na resistência, na velocidade, na potência, acelerações, desacelerações e amplitudes de movimentos.

Além disso, o computador armazena dados como repetições, séries, trabalho por semana, por mês, entre outras variáveis.

Ainda pode-se saber o volume de treinamento de um dia para o outro ou de uma semana ou mês para o outro, melhorando muito o controle do treinamento, o que facilita a periodização.

Dispositivos Elástico-Resistidos

Os exercícios realizados com o uso de elásticos proporcionam pouca resistência no começo e muita resistência (de acordo com a espessura e propriedades do elástico) no final do movimento, pois a resistência é proporcional à distância que o elástico é alongado. 

 O uso de elásticos possui duas limitações:

a) O aumento da resistência acontece no final da amplitude articular, quando a capacidade de produção de força do sistema muscular diminui.
b) Os aparelhos que utilizam este dispositivo são limitados quanto ao número de elásticos, que podem ser fixados no aparelho e/ ou quanto à variação da espessura dos elásticos utilizados (elásticos mais espessos proporcionam maior resistência).

Nenhum comentário:

Postar um comentário