sexta-feira, 14 de março de 2014

ANTEBRAÇOS - FLEXÃO ULNAR COM HALTERES




A articulação do punho é o elo de ligação entre a mão e o antebraço. Ela proporciona vários movimentos para a mão, que possibilitam a maioria das atividades da vida diária. Nos exercícios de musculação, o punho é exigido em praticamente todos os movimentos realizados pelo membro superior. Portanto, o fortalecimento dos músculos que movimentam e principalmente estabilizam esta articulação, durante a maioria dos exercícios de musculação, é fundamental tanto para diminuir os riscos de lesão quanto para aumentar a eficiência dos exercícios.

O punho realiza os movimentos de flexão, extensão, adução, abdução e circundução (movimento de rotação em torno de um eixo ou de um ponto central). Os músculos que proporcionam o maior volume para o antebraço são os flexores e extensores do punho, além do braquiorradial, que movimenta o cotovelo.

Flexão Ulnar Com Halteres
Este movimento é um misto de adução com flexão do punho e, por proporcionar um estímulo muito eficiente, deve fazer parte do bom programa de musculação.
Os principais músculos exercitados neste exercício são o extensor ulnar do carpo, flexor ulnar do carpo, flexor radial do carpo, palmar longo e flexor longo do polegar.

Análise Biomecânica do Exercício
O maior braço de momento da resistência acontece quando a barra está paralela ao solo.
A adução precede a flexão do punho. Os componentes translatórios, proporcionados pela contração dos músculos adutores e flexores do punho, são de compressão articular, durante toda a amplitude do movimento.
As articulações do cotovelo e do ombro devem permanecer fixas, durante todo o movimento.
A posição da sobrecarga, em relação à mão do executante, proporciona uma maior amplitude para o movimento, pois o punho começa o movimento em abdução. Isto aumenta a amplitude do movimento em aproximadamente 20°. Se o movimento parte da posição anatômica, o punho só realiza 35° de adução.

Portanto, a amplitude total de adução do punho neste exercício é de aproximadamente 55°.
Depois dos 55° de adução, ainda ocorre a flexão do punho, que é de aproximadamente 80°.

Como a anilha é colocada na extremidade distal da barra, a sobrecarga utilizada não precisa ser muito alta, pois o grande braço de momento da resistência proporciona um grande torque na direção do solo.
Para que a resistência permaneça exercendo torque em qualquer ângulo do movimento, este exercício deve ser realizado na posição em pé e com o antebraço perpendicular ao solo.

BIBLIOGRAFIA
Greene D.P. & Roberts S.L. Kinesiology: Movement in The Context of Activity. St. Louis: Mosby Inc., 1999

Nenhum comentário:

Postar um comentário