quarta-feira, 26 de junho de 2013

Quadragenário na musculação




Aos 15 anos me imaginei com 20. 
Aos vinte me imaginei com 30. 
Aos trinta, preferi não me imaginar com quarenta anos ...

Quadragenário era um termo muito feio pra eu querer pensar em como estaria com essa idade. Mas a verdade é que o ferro estaria me moldando através dos anos. E quanta coisa ele me ensinou ...

Aos poucos, foi me mostrando que mesmo que eu colocasse todas as anilhas no leg, ainda sobrariam anilhas para serem colocadas. Ensinou-me, então, a humildade ...

Ensinou-me que mesmo quando eu não estivesse com vontade de treinar, que deveria ir à academia assim mesmo ... ensinou-me, então, determinação ...

Mostrou-me que treinar "mais" não era "ficar maior" e que o tempo que eu permanecia na academia não era proporcional ao ganho que teria .... ensinou-me sabedoria ...

Mostrou-me a diferença entre uma repetição a mais, suada, sofrida e "deixar pro próximo treino" ... ensinou-me, assim, o caminho ....

Mesmo quando eu não queria ser ensinado, a lei do ferro prevalecia, fria, implacável mas sedutora ....

Em dias de chuva, me ensinou dedicação ...

Em dias de sol, que nada era o que parecia ... que as trevas, as minhas trevas, quem fazia era eu ....

Uma tarde morna na academia era punida no dia seguinte, uma sensação de insatisfação, um vazio ....

Feliz daquele que é moldado pelo ferro, deixando sua doutrina direcionar sua vida ....

Feliz daquele que experimentou sua disciplina ... que andou em seus caminhos ....

Feliz o homem que pode se olhar no espelho e dizer a si mesmo : "Obrigado"





4 comentários: