domingo, 22 de janeiro de 2012

CRUCIFIXO - DENSIDADE NOS PEITORAIS

Depois de ficar tanto tempo sem escrever, aqui vamos nós de novo flertar com esse Universo mágico chamado Musculação.

Queria começar o artigo com uma citação do nosso querido amigo Mike Mentzer : "Acredito que 90% das pessoas faz o crucifixo de forma errada. Fazem supino, fazem o fly mas o crucifixo nunca é executado de forma correta".

Mike Mentzer

Bom, segundo ele, 9 em 10 pessoas fazem o exercício de forma errada. Eu, como bom professor, fui dar uma volta no ginásio, na Academia BetoFlex, e percebi vários alunos fazendo o crucifixo errado. Mais peso do que se realmente aguentaria foi o que mais vi. Mas ainda assim, havia o movimento feito de forma errônea.

Continuei lendo a citação do Mike e, logo em seguida, ele nos brinda com uma frase simplesmente sensacional "Para executar o movimento de forma correta, imagine-se abraçando uma pessoa". Foi a melhor forma de se explicar o movimento que li em anos ... eles simplesmente saiu do já batido "realize o movimento de abdução e adução dos braços", pois quase ninguém entendia ou lia essa parte e já ia direto pra figura explicativa.

Como não basta apenas ler sem fazer, fui treinar peito nesse dia e me surpreendi com o resultado. A melhor forma de entender o que Mike escreveu é fazer o movimento. A sensação com o renomado crucifixo foi refeita, pelo menos pra mim.

Ah ! E Mike não parava o movimento quando os braços ficavam paralelos ao solo, não ... ele ia além : no crucifixo reto, os halteres chegavam a tocar o chão. Segundo ele, isso faria a tão famosa "expansão toráxica", alongando o peitoral ao extremo antes de contraí-lo.

Recomeço esse ano de forma simples, sem artigos grandes ou cansativos, pois acho que a "tendência" desse ano é voltar ao básico ... back to basics como dizem os gringos ....

Em seu próximo treino de peito, imagine-se abraçando alguém. Não precisa dizer pro tio quem é ... É testar e aprovar !

Stay strong !

Betão

9 comentários:

  1. Brilhante betão! valeu.. só uma duvida, então no crucifixo a amplitude deve ser de tal modo que os braços fiquem paralelos ao solo ou deve-se ir mais além, como citou mike?? abraço

    ResponderExcluir
  2. Eu ficaria com o conselho do Mike ...

    ResponderExcluir
  3. é realmente crucifixo é dificil de executar ... + o video em q o arnold faz crucifixo ele ñ desse o braço até o chão e ñ encosta os halteres ...então seria errado esse tipo de execuçao betão?

    ResponderExcluir
  4. Não ... foi apenas um "conselho" do Mike ... que ao meu ver, era "radical"

    ResponderExcluir
  5. é muito bom fiz no treino de ontem dolorido ate agora

    ResponderExcluir
  6. Em videos o Arnold executa o mnesmo esxercicio de formas diferentes, ja vi ele fazendo do modo q seria "errado" e já vi descendo os halteres no chão, uma amplitude realmente extrema. Se vc sacrifica a aplitude do crucifixo e do pullover, vc sacrifica o exercicio em sí . Exercicios para altas cargas são os compostos, os isoladores são para trabalhar de forma q os compostos não podem trabalhar. "ABRIR ATÉ RASGAR" [2]

    ResponderExcluir
  7. Betao, Obrigado pela dica! Terminei a faculdade e sai sem saber nd, pra variar, né? Mas, sempre estou atrás de treinos e visito seu blog um bom tempo. Seu Blog é uma ferramenta de pesquisa sensacional, vc manja e ainda tem a humildade de passar isso!

    Obrigado, e muita disposiçao para trabalhar e treinar!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Testado e MAIS QUE aprovado!!! "ABRIR ATÉ RASGAR" [3]

    Só o seguinte, não sei se está correto... Na hora de descer, eu desci com o braço meio reto, pode ser assim? Porque eu senti que, se eu flexionar um pouco os cotovelos, não consigo descer bem.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir