quarta-feira, 1 de junho de 2011

Vitamina C

A vitamina C é encontrada nas frutas cítricas, isso todo mundo sabe. Mas você sabia que também é encontrada no tomate, na batata, na couve e no pimentão verde ?



A vitamina C é rapidamente absorvida pelo íleo ( parte do intestino delgado, na qual a digestão química continua após passar pelo duodeno e jejuno) e é armazenada em todos os tecidos, com concentrações mais elevadas nas glândulas adrenais (cuja função é estimular a conversão de proteínas e de gorduras em glicose, ao mesmo tempo que diminuem a captação de glicose pelas células, aumentando, assim, a utilização de gorduras) e na hipófise (glândula que produz numerosos e importantes hormônios).
O ácido ascórbico (forma ativa da vitamina C) é convertido em todos os tecidos e seu principal metabólito (produto final de um metabolismo) é excretado nos rins como um sal de oxalato (composto químico inorgânico que forma sais). Ou seja, doses muito grandes de vitamina C podem causar cálculos renais, além de diarréia.

A vitamina C é necessária para a formação de colágeno. Sem essa vitamina, a cicatrização nas lesões é prejudicada. Além disso, a vitamina C ajuda na síntese da Carnitina, a proteína que facilita o transporte dos ácidos graxos para as mitocôncrias para sua oxidação.

A deficiência de vitamina C recebe a designação de escorbuto, cujos sinais incluem a inflamação das gengivas e afrouxamento dos dentes.

A dose recomandada é de 100-1000mg/dia por via oral. Há quem apóie doses maiores para o bem estar geral (eu, Betão, por exemplo).

Como a vitamina C ajuda na síntese da carnitina, pessoalmente, acho obrigatório pra quem faz a dieta no guerreiro, se utilizada no underating (período em jejum), pois ela ajuda no transporte dos ácidos graxos para sua utilização como fonte de energia. Uma vez, um rapaz, em uma comunidade, disse que a vitamina C não era essencial. Não discuti com ele, aí está a prova de acordo com a Farmacologia Médica.

9 comentários:

  1. Longe de mim criticar seu texto, mais como vc mesmo diz esse blogue tem o intuito de não usar lenga lengas, pois bem achei q ficou muito termo técnico e pouco explicativo para por exemplo eu que não entendo bulufas nenhuma e desculpa minha falta de sapiência mais continuei sem entender nada.. Abraços.
    яєиαи™

    ResponderExcluir
  2. Renan, muito bom esse seu comentário. Algumas pessoas me escreveram dizendo que eu não usava termos técnicos, que não era formado, que não era capaz de escrever de forma mais científica por falta de conhecimento e tal. Fiz esse só pra mostrar que escrevo de qq forma, só que acho mais fácil e de melhor entendimento a forma como escrevia anteriormemte. Chuto a bola com as duas pernas, man !

    ResponderExcluir
  3. Um autentico canhoto...

    Canhoto que chuta com duas pernas :P :D

    ResponderExcluir
  4. Ótima postagem, Betão! Eu aprecio muito a sua iniciativa de utilizar termos técnicos e apóio completamente. Se você os utiliza e explica em seguida, seu texto só tem a ganhar. Digo isso pois é raro encontrar um blog que poste TAMBÉM as informações técnicas, e sem elas, acredito, o texto fica com cara de pura opinião pessoal e sem respaldo teórico/técnico algum. Parabéns pelo blog, que agora já faz parte da minha leitura diária.

    ResponderExcluir
  5. Não tem nada de difícil no texto, perfeitamente compreensivo, qualquer um que passou por um Ens médio razoável entende o texto. O texto esta ótimo, nada cansativo e bem objetivo.

    ResponderExcluir
  6. betao..... continua assim o texto ta otimo... sou maromba a muito tempo, gostei muito... se a pessoa achou dificil estude mais. tenha mais embasamento ou procure um dicionario... nao acredito que a arte da maromba seja pra todos... hehehe

    ResponderExcluir